Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017
 

Blogs OKTV

Você está em: Home > Blogs
  • Governo Estado

    Ceir realiza entrega de cadeiras motorizadas e treinamento

    26.06.2016 | Postado por: | 0 Comentários

    Os equipamentos são entregues de acordo com as exigências do SUS.


    Uma cadeira motorizada é a expectativa de uma pessoa com deficiência para uma vida de maior autonomia e locomoção. O equipamento é entregue gratuitamente, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), pelo Centro Integrado de Reabilitação (Ceir).


    xx


    Nesta quarta-feira (22), foi realizado no local uma entrega coletiva para nove pessoas. Entre elas, estava o Sebastião Batista, que aos 34 anos já troca a terceira cadeira devido a uma doença congênita que o deixou cadeirante, sendo essa a primeira motorizada. “O que eu mais quero é chegar logo em casa e poder passear na praça sozinho”, conta Sebastião.


    Ter uma vida mais independente aos 38 anos também é o desejo da Maria das Dores, irmã do Sebastião. “Ele chegou em casa dizendo que a gente podia conseguir uma cadeira motorizada pelo Ceir, mas só estou acreditando agora que recebi”, brinca Maria. Os irmãos são de Esperantina e perderam movimentos nos membros inferiores e superiores ainda na infância.


    Além das cadeiras motorizadas, eles receberam um treinamento para o uso correto e manutenção. “A cada mês nós realizamos uma entrega coletiva com treinamento tanto para quem recebe como para os familiares”, explica Márcia Fonseca, terapeuta responsável pela ação.


    As cadeiras são entregues de acordo com as exigências do SUS.


  • Governo Estado

    Conjunto Morada Nova recebe Programa Minha Casa Legal

    26.06.2016 | Postado por: | 0 Comentários

    Nos próximos dias, o atendimento seguirão, nos dias 23 e 24 de junho, para os moradores do Conjunto Verde Que Te Quero Verde.


    Mutuários do conjunto Morada Nova receberam, nos dias 21 e 22 de junho, na sede do salão paroquial da Praça Central do bairro, atendimento dos Escritórios Itinerantes do Programa Minha Casa Legal. A iniciativa da Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi) busca promover a regularização fundiária urbana e financeira das unidades habitacionais edificadas pela extinta Cohab e promoveu a atualização cadastral de todas as pessoas que ainda não adquiriram o título de posse dos seus imóveis.


    xx


    De acordo com o diretor presidente da Emgerpi, Ricardo Pontes, os serviços jurídicos oferecidos pelas equipes técnicas da Empresa, durante os dois dias de ação, buscaram facilitar o acesso do mutuário às informações que muitos ainda precisam para renegociar suas dívidas ou averiguar o que ainda precisa ser feito para receber o título de posse do imóvel.


    A aposentada, Isaura Maria de Oliveira destacou a importância da ação em facilitar esse tipo de atendimento dos mutuários do bairro. “Eu vim até aqui porque quero regularizar a documentação da minha casa. Já quitei meu débito e agora quero receber o título de posse”, disse a residente do Conjunto Morada Nova há mais de 10 anos.


    Nos próximos dias, o atendimento seguirá, nos dias 23 e 24 de junho, para os moradores do Conjunto Verde Que Te Quero Verde.  Em seguida, nos dioas 29 e 30 de junho, será a vez dos mutuários dos empreendimentos Itararé I e II.


    Em breve as ações itinerantes do Minha Casa Legal serão destinadas aos moradores do interior. Os primeiros a receberem os Escritórios Itinerantes serão os mutuários da cidade de Guadalupe (Conjunto Petrônio Portela I e II), previsto para ocorrer no dia 25 de julho.


    No município de Floriano (Conjunto Paraiso) o atendimento será feito dias 26 e 27 de julho.


    Já em Parnaíba a ação atenderá, nos dias 11 e 12, os mutuários do Conjunto Joaz Sousa.


    A cidade de Campo Maior (Conjunto Lucídio Portela) contará com as equipes da Emgerpi dias 13 e 14 de julho.


    Nos dias 18 e 19 no mesmo mês será a vez dos moradores de Fronteiras (Loteamento Fronteiras).


  • Governo Estado

    Casos suspeitos de dengue caem 42,7% no Piauí

    26.06.2016 | Postado por: | 0 Comentários

    Dados da Secretaria de Estado da Saúde apontam que houve uma redução nas notificações dos casos de dengue, de janeiro a junho, com diminuição de 42,7% em relação ao mesmo período do ano passado. Nesse período, foram registrados 3.898 casos suspeitos de dengue em 147 municípios. Teresina, Picos, Parnaíba, Floriano, e Batalha foram os municípios com os maiores números de notificações.


    Segundo a gerente de Vigilância em Saúde, Miriane Araújo, a Secretaria de Estado da Saúde vem fazendo um trabalho de alerta aos municípios piauienses. “É importante que os gestores priorizem as vistorias aos imóveis para que possamos, cada vez mais, reduzir os dados de dengue, zika vírus, chikungunya e também de microcefalia”, declarou.


    Quanto aos dados de zika e chikungunya, o Piauí registrou 280 e 515 casos suspeitos, respectivamente.


    Prevenção


    Verificar se a caixa d’água está bem fechada


    Não descartar lixo em terrenos baldios e manter a lata de lixo sempre bem fechada


    Não acumular água em vasilhames


    Colocar areia nos pratos dos vasos de planta


    Microcefalia


    A atualização do boletim epidemiológico mostra que no Piauí foram notificados 169 casos suspeitos de microcefalia associados a processo infeccioso. Destes, 87 foram confirmados como processo infeccioso, nove estão em investigação, oitenta e sete já foram confirmados e 73 descartados.


    Os municípios com maior número de casos notificados foram: Teresina (61), Parnaíba (10), Barras (6), Altos e José de Freitas (4).


  • Governo Estado

    Estado reforça ações para aumentar segurança nas escolas

    26.06.2016 | Postado por: | 0 Comentários

    Uma das propostas é instalar câmeras de segurança nas escolas com maior registro de casos de violência.


    A segurança nas escolas da rede estadual foi tema de reunião, nessa quarta-feira (22),  proposta pelo Governador Wellington Dias e com a presença do secretário de Estado da Segurança, Fábio Abreu; do comandante da PM, Cel. Carlos Augusto de Sousa; do delegado-geral, Riedel Batista; e da secretária de Estado da Educação (Seduc), Rejane Dias.


    xx


    Durante o encontro, foram discutidas ações visando a diminuição dos casos de assaltos ou furtos dentro das escolas e também medidas a serem adotadas pela segurança estadual junto à Educação contra atos de violência fora das unidades escolares.


    A secretária Rejane Dias informou que a Seduc já está acompanhando as ocorrências e trabalhando em conjunto com as pastas da Segurança e a Companhia Independente de Policiamento Escolar (Cipe) para solucionar os problemas pontuais de forma célere.


    “No início da gestão, aumentamos a quantidade de policiais que hoje trabalham na Cipe, melhoramos os equipamentos e adquirimos viaturas. Entretanto, vimos a necessidade de aumentar ainda mais a segurança. Então, o governador decidiu colocar câmeras nas escolas mais incidentes, para fazer o monitoramento, interligando, assim, a Secretaria da Segurança e aumentando a presença da polícia, de tal maneira que iremos montar uma operação num esforço entre as pastas envolvidas de levar tranquilidade aos nossos alunos, professores e famílias”, afirmou a secretária da Educação.


    Segundo o comandante-geral da Policia Militar, cel. Carlos Augusto, a Cipe foi reforçada em muitas unidades escolares com efetivo de 60 policiais, realizando trabalho de prevenção e acompanhamento da rotina escolar, que aumentará com a força tarefa nas escolas.


    “Ficou determinado que iremos montar uma força tarefa entre a Polícia Militar, Polícia Civil e o Cipe para permanecer nas unidades que possuem maior incidência, trazendo segurança aos alunos, professores e aos diretores das escolas. Vamos envolver os batalhões das áreas para que as viaturas façam rondas também nestas escolas, a fim de que possamos resolver esta situação”, finalizou o comandante.


    Dentre as ações de segurança propostas pela Seduc, estão o reforço do policiamento ostensivo em caráter de urgência, bem como aumentar as estruturas dos muros e fazer a instalação de arames farpados nas escolas localizadas nas áreas mais perigosas. Todas propostas em andamento de execução.


  • Governo Estado

    Emgerpi vai modernizar gestão por meio de sistema de lotação

    26.06.2016 | Postado por: | 0 Comentários

    A empresa pretende adotar o sistema desenvolvido pela Seduc para gestão de pessoal do órgão.


    Visando modernizar a gestão, o diretor presidente da Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi), Ricardo Pontes, solicitou, nessa quarta-feira (22), uma apresentação técnica do Sistema de Lotação, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), cujo objetivo é identificar a função e carga horária que cada servidor tem no órgão em que trabalha.


    Após ter implantando recentemente o Sistema de Gestão Digital, cuja meta é digitalizar todo o acervo documental que a Empresa possui na capital e interior, Ricardo Pontes disse que buscou conhecer o Sistema de Lotação de Pessoas da Seduc porque deseja modernizar ainda mais a gestão. “Devido ser uma empresa que possui diferentes situações de lotação de pessoal, sendo que a maioria está cedida para vários órgãos do Estado, acreditamos que esse sistema nos ajudará a melhorar a qualidade junto ao controle das informações e movimentações de cada servidor”, destacou Pontes.


    Sobre a implantação do sistema, o presidente afirmou que “pretendemos desenvolver um projeto com a equipe da Seduc para ver, de que forma, podemos adaptá-lo à realidade da Emgerpi incluindo a integração dele com o sistema de ponto eletrônico e folha de pagamento”, pontou o gestor.


    Segundo o coordenador de Desenvolvimento de Sistema da Seduc, Ubaldo de Sá Júnior, “o sistema foi implantado na Seduc no ano passado, mas ele só foi apresentado aos demais órgãos do Estado após a apresentação técnica feita ao governador”.


    Após a exposição, Ubaldo Júnior falou que deseja que a Emgerpi também possa utilizar esse sistema de acordo com a sua necessidade administrativa. Diversos servidores do setor de Gestão de Pessoas da empresa participaram da apresentação.


  • Governo Estado

    Governo sanciona Plano de Cargos e Carreira dos servidores do DER

    26.06.2016 | Postado por: | 0 Comentários

    A assinatura da lei será realizada às 10h30, no escritório da Residência Oficial do governador.


    O governador Wellington Dias sancionou, nesta quinta-feira (23), a lei que dispõe sobre o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos servidores efetivos do Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER). A lei se aplica aos servidores que tenham sido, legalmente, redistribuídos exercendo cargo efetivo no DER, aos servidores reintegrados, bem como àqueles que estão à disposição de outros órgãos ou secretarias. A assinatura da lei foi realizada no escritório da Residência Oficial do governador.


    xx


    Cumprimos o compromisso de um acordo judicial que resultou, por entendimento, por negociação em uma lei que garante as condições de toda uma programação interna para os profissionais do DER e do outro lado garante as condições não só de crescimento interno, mas de mecanismos de avaliação e ainda de contrapartidas do estado com o trabalho””, afirma o governador Wellington Dias.


    De acordo com o secretário de Estado do Governo, Merlong Solano, as carreiras previstas na lei são estruturadas em três classes (I, II e III), cada uma com cinco referências (A, B, C, D e E), regulamentadas por prévia aprovação em concurso público. “Os cargos de nível superior terão vencimentos variando de R$ 3.901,40 a R$ 8.000; nível médio de R$ 1.511,79 a R$ 3.100 e nível fundamental de R$ R$ 1.045,09 a R$ 1.600”, informou o secretário, acrescentando que o desenvolvimento funcional das carreiras previstas na lei será efetuado mediante a progressão e a promoção funcional e condicionado à existência de vaga no padrão ou classe.


    Merlong destacou que o DER é um dos órgãos estaduais que muito tem contribuído para o desenvolvimento do estado e alertou que efeitos financeiros desta lei ficam condicionados ao atendimento dos requisitos previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “Os servidores do DER foram compreensivos em relação à crise financeira que o país enfrenta e aceitaram a implementação do reajuste salarial em quatro etapas, em janeiro e setembro de 2016 e de 2017”, declarou Solano. Os reajustes serão aplicados em cada parcela sobre os valores referentes ao mês de outubro de 2015.


    Carlos Nascimento do Rego, presidente do Sindicato dos Servidores do DER, explicou que o Plano de Cargos e Carreiras foi uma luta travada em governos anteriores e só agora foi consolidado, o que representa uma vitória para a categoria. “O plano, com o enquadramento dos servidores previsto em lei, é uma segurança maior que a gente tem”, garantiu Nascimento, enfatizando que os servidores do órgão tinham um plano, por meio de decreto, mas que não assegurava os certames para concurso público e nem proporcionava a remuneração por qualificação profissional. “A assinatura da lei garante ainda o vencimento mais equivalente ao servidor do DER”, declarou o presidente do sindicato.


    A sanção da lei regulamenta a criação de 90 cargos na carreira de analista área fim (engenheiros, arquitetos, tecnólogos e geólogos); 35 cargos na carreira de analista área meio (administrador, contador, analista de sistemas); 175 cargos para técnicos (projetista, eletrotécnico, laboratorista, topógrafo) e 188 cargos na carreira de auxiliar (bombeiro hidráulico, pedreiro, pintor, soldador, auxiliar de serviços gerais, etc).


  • Governo Estado

    Governo adota medidas para garantir segurança nas escolas

    26.06.2016 | Postado por: | 0 Comentários

    As ações serão adotadas pela Segurança Estadual, com apoio da Secretaria da Educação.


    Uma reunião convocada pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) definiu ações para garantir mais segurança às escolas públicas estaduais. O encontro foi coordenado pelo governador Wellington Dias, com a presença do secretário de Estado da Segurança, Fábio Abreu; do comandante da PM, cel. Carlos Augusto de Sousa; do delegado-geral, Riedel Batista; além da secretária de Estado de Educação, Rejane Dias.


    Durante o encontro, foram discutidas medidas visando à diminuição dos casos de assaltos ou furtos, dentro e fora das escolas. As ações serão adotadas pela Segurança Estadual, com apoio da Educação. Rejane Dias comentou que, desde o ano passado, a Seduc já atua em conjunto com a Segurança para reduzir os casos de violência nas escolas, mas que as ações precisam ser ampliadas.


    xx


    “Devido ao alto índice de crimes registrados em 2015, a Seduc já havia solicitado o aumento do número de viaturas e do contingente do Pelotão Escolar (Cipe) reduzindo drasticamente os casos nos bairros mais problemáticos, como o Promorar e Dirceu. Porém, ainda registram-se ocorrências desses crimes, principalmente em localidades mais afastadas”, comentou Rejane.


    Dessa forma, ficou decidido que a Secretaria da Segurança, com o apoio da Seduc, vai adotar medidas que visam aumentar a presença policial nas regiões de maior incidência desses tipos de crime; aumentar o monitoramento por câmeras; fazer intervenções físicas para dar mais proteção às unidades escolares e realizar campanhas contra o uso de drogas entre os alunos da rede estadual.


    Ações de segurança nas escolas públicas:


    1) Presença ostensiva da polícia por meio dos batalhões de cada região em Teresina e, se necessário, com a compra de folga dos policiais para que fiquem no interior das unidades escolares;


    2) Instalação do Sistema de Vigilância por câmeras nas escolas com maior incidência e localizadas em regiões mais vulneráveis, interligado diretamente à Cipe (Pelotão Escolar) e à Secretaria da Educação, com monitoramento constante;


    3) Monitoramento e tipificação das ocorrências e dos acusados, com o apoio do Pelotão Escolar, para facilitar a ação da Polícia Civil na investigação dos casos e das estratégias preventivas pela Polícia Militar;


    4) Aumento dos muros das escolas, já em execução;


    5) Operação deflagrada pela Polícia Civil no sentido de investigar os furtos ocorridos dentro das escolas e pontos de venda de drogas próximos às escolas;


    6) Palestra de prevenção ao uso de drogas que serão ministradas pela PM e o programa Testemunho Vivo, em parceria com a Fazenda da Paz.


    Obs. O Governo do Estado também trabalha na modificação da legislação estadual de forma a possibilitar à Justiça a internação compulsória de menores envolvidos em atos infracionais nas escolas e que sejam usuários de drogas.


  • Governo Estado

    Segurança lança campanha de doação de bolsas e produtos de higiene

    26.06.2016 | Postado por: | 0 Comentários

    As doações podem ser feitas na Delegacia Geral e na sede da Secretaria da Segurança, de segunda à sexta, das 8h às 17h.


    Toda mulher tem uma bolsa que não usa mais. Então, que tal pegar essa bolsa preencher com artigos de uso pessoal que possam ser úteis para outras mulheres e doá-las. Essa ideia simples é parte da campanha “Doe uma Bolsa” que será lançada, nesta sexta-feira  (24), pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-PI), durante a inauguração da Delegacia de Defesa do Direito da Mulher Sul.


    xx


    “A ideia da campanha é pegar uma bolsa que não usamos mais, que esteja em bom estado, e colocar dentro sabonete, desodorante, hidratante, absorvente, brincos, maquiagem, escovas de cabelo, por exemplo, e doar para outras mulheres. Hoje, começamos a arrecadar esse material. Amanhã faremos o lançamento oficial da campanha, que vai continuar até o fim do mês ”, explica a delegada Eugênia Villa, diretora de Gestão Interna da Secretaria da Segurança.


    As doações podem ser feitas na Delegacia Geral e na sede da Secretaria da Segurança, de segunda à sexta, das 8h às 17h. As bolsas arrecadadas durante a campanha serão entregues para mulheres da zona Sul durante um encontro que será promovido pela delegada Anamelka Cadena, responsável pela Delegacia da Mulher Sul, com as mulheres da região.


    A delegada Eugênia Villa ressalta que a iniciativa não se trata apenas do simples fato de doar uma bolsa e produtos de higiene, mas, sim, de um ato de delicadeza, cuidado e afetividade com o próximo. “Nosso maior objetivo é humanizar a polícia. É mostrar para essas mulheres que as profissionais que fazem segurança pública estão do lado delas. Queremos despertar a confiança dessas mulheres. Durante a entrega, vamos olhar no olho, pegar na mão, de mulher para mulher, para que elas se sintam acolhidas na delegacia e nos vejam com esperança”, disse a diretora.


    A inauguração da Delegacia de Defesa do Direito da Mulher Sul será nesta sexta-feira (24), às 7h30, no CSU do Parque Piauí.


  • Governo Estado

    Operação Comandos reforça policiamento em Teresina

    26.06.2016 | Postado por: | 0 Comentários

    A ação, realizada uma vez ao mês, reúne, em junho, todos os comandos da capital, contando com um efetivo de 170 policiais.


    A Polícia Militar do Piauí realiza, nesta quinta-feira (23), a segunda etapa da operação Comandos, que tem por objetivo reforçar o policiamento de regiões específicas de Teresina, cumprindo mandatos de busca, realizando varreduras, abordagens, bloqueios e diligências para tirar de circulação armas de fogo, foragidos da justiça e recuperar carros e motos roubados.


    A ação, realizada uma vez ao mês, reúne, em junho, todos os comandos da capital, contando com um efetivo de 170 policiais, concentrando as atividades em uma região da cidade. “Estas operações são importantes porque reforçam o policiamento da região em foco. A cada operação, nós elegemos uma zona da cidade, de forma que podemos concentrar mais esforços na região, fazer um pente fino, cumprindo mandatos de busca, abordando veículos. Essas ações elevam o sentimento de segurança das pessoas”, conclui o subcomandante-geral da PMPI, coronel Lindomar Castilho.


    O reforço do policiamento vem sendo bem recebido pela população. “O apoio na segurança é sempre bem-vindo. A presença dos policiais na rua inibe a atuação dos assaltantes e nos deixa com uma sensação de segurança maior”, reitera a professora Luísa Costa, moradora do bairro Acarape.


  • Governo Estado

    Tempo quente e seco predomina no Piauí até o mês de novembro

    26.06.2016 | Postado por: | 0 Comentários

    Isso é o que apontam as previsões do setor de Hidrometeorologia da Semar.


    Os piauienses já sentem, desde o mês de maio, os efeitos das altas temperaturas e do fim do período chuvoso. As fortes chuvas que caíram em janeiro e início de fevereiro, não se seguiram nos meses seguintes, que tiveram precipitações irregulares e abaixo da média, tendo reflexos diretos na agricultura, que registra baixa na produção de alguns alimentos. A atuação do fenômeno El Niño explica o ocorrido no período, isso é o que apontam as observações do setor de Hidrometeorologia da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar).


    “As chuvas que caíram no Piauí no início do ano foram muito boas para encher nossos reservatórios de água e garantir o abastecimento da população que depende diretamente de nossos açudes. Algumas barragens chegaram a sangrar, inclusive, devido ao grande volume de chuvas que tivemos no mês de janeiro. No entanto, o fim do período chuvoso já causa tempo quente e seco em todo o Piauí, situação que perdura até o mês de novembro, quando as chuvas voltam a cair no estado”, afirma Sônia Feitosa, gerente de Hidrometeorologia da Semar.


    Ainda de acordo com a meteorologista, chuvas isoladas devem continuar ocorrendo este mês, principalmente na região Norte do Piauí, mas isso não é suficiente para amenizar a temperatura. “A previsão é que o período compreendido entre os meses de outubro a dezembro, popularmente conhecido como B-R-Ó Bró, seja mais quente e seco do que foi o ano passado, quando tivemos temperaturas acima da média registrada em 2014”, completa Sônia.


    “Tudo indica que a seca este ano abranja uma área maior do Piauí, chegando a ser extrema, a menos que ocorra o fenômeno conhecido como La Niña, considerado o oposto do El Niño, que pode se dá entre julho e setembro e no Nordeste poderá ser observada uma intensificação das chuvas. Se isso não ocorrer, teremos meses bastante quentes e secos até o fim deste ano”, finaliza Feitosa.


Parceiros